cabeçaho-site-ciaud.png

  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
Previous Next

Wayfinding e Realidade Virtual no ‪Design de espaços seguros e eficazes: Como as características do ambiente e a presença de outras pessoas interferem na tomada de decisão, durante uma escolha de caminhos em edifícios complexos

Coordenador: Elisângela Brito Pessoa Vilar  

Equipa (no CIAUD):

Equipa (fora do CIAUD):

Data de início: 11/ 2014

Data de conclusão: 11/ 2020

Linhas de Investigação: Principal:  Ergonomia     Transversal: Otimização da Interação Humana

Financiamento: UID/EAT/4008/2013

Parceiros: ERGO VR - Grupo de Investigação em Realidade Virtual.

Resumo
Este projeto de pós-doutoramento centra-se no design eficiente de edifícios através do estudo da escolha de caminhos durante o processo de wayfinding utilizando a Realidade Virtual (RV). Visa, promover a usabilidade de edifícios, considerando, em particular, as variáveis i) social (outras pessoas, humanos virtuais-HV), e ii) ambiental (affordances e sinalética tecnológica), que podem influenciar o comportamento humano na tomada de decisão, principalmente nas situações de emergência. Com base nos resultados obtidos em estudos anteriores, esta pesquisa dá continuidade à investigação já desenvolvida no âmbito da otimização da interação Humano-Ambiente. Pretende-se incrementar novas competências envolvendo wayfinding, sinalética tecnológica e tomada de decisão para verificar a influência de novos sistemas de direcionamento, por meio da arquitetura, e/ou utilizando sinalética tecnológica presente no ambiente (fixa) ou no sujeito (portáteis). Assim, estes novos conhecimentos, importantes na arquitetura no sentido de desenvolver edifícios inteligentes, seguros e eficazes, procuram preencher uma lacuna existente no âmbito do wayfinding.  

Resultados (obtidos ou esperados)
Serão realizadas 7 experiências complementares, utilizando a RV, na escolha de caminhos numa emergência. Objetiva-se com estas experiências vireficar as seguintes hipóteses: H1-Os participantes serão influenciados pelas affordances do ambiente, pelos HV e pela sinalética tenológica; H2-A influência dos HV é mais forte que as indicações dos sinais, assim, os participantes serão influenciados pelos HV, mesmo quando estes seguem direções opostas àquelas indicadas pelos sinais; H3-As taxas de deteção dos sinais diminuem quando há presença de HV. Os resultados esperados predem-se com indicações para a conceção de sinais de base tecnológica e edifícios inteligentes capazes de aumentar as taxas de sucesso nas evacuações de emergência.

Atualização a 7 de Setembro de 2016