cabeçaho-site-ciaud.png

  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
Previous Next

Avaliação da eficácia de avisos de segurança de base tecnológica em situação de elevada carga cognitiva

Coordenador: Ana Lúcia Menezes de Almeida

Equipa (no CIAUD): Francisco dos Santos Rebelo;  Paulo Ignácio Noriega Pinto Machado; Elisângela Brito Pessoa Vilar;  José Domingos de Jesus Carvalhais

Equipa (fora do CIAUD):  n/a

Data de início: 10/2013

Data de conclusão: 09/2017

Linhas de Investigação: Principal:  Ergonomia     Transversal: Otimização da interação Humana

Financiamento: Bolsa de Doutoramento (4 anos) da Fundação CAPES - Ministério da Educação do Brasil  UID/EAT/4008/2013

Parceiros:  Autoridade para as Condições de Trabalho - ACT (www.act.gov.pt)

Resumo
Os avisos de segurança informam as pessoas sobre os perigos e promovem um comportamento seguro. Para que um aviso atinja o seu objetivo é essencial que ele seja eficaz. A eficácia dos avisos de segurança tem sido motivo de vários trabalhos de investigação. Alguns trabalhos têm demonstrado que a carga cognitiva elevada afeta a eficácia das informações de segurança em situações de condução de veículos e pilotagem de avião. No entanto ainda não foi verificado se isso ocorre em tarefas de procura visual enquanto se caminha. Neste sentido, o objetivo desta investigação é avaliar a eficácia do design de avisos de segurança (tradicional estático e de base tecnológica) em função da carga cognitiva em situação de tarefa de procura visual ao caminhar. Para isso, serão projetados avisos tradicionais estáticos e de base tecnológica para serem utilizados em quatro condições experimentais (2 níveis de carga cognitiva X 2 tipos de avisos). Espera-se, como resultado, saber se a eficácia dos avisos de segurança projetados, medida através da consonância comportamental a eles, é afetada pela carga cognitiva e qual tipo de aviso é mais eficaz para os diferentes níveis de carga cognitiva.

 

Resultados (obtidos ou esperados)
Foi desenvolvido e modelado um ambiente virtual e submetido a um teste piloto cujos resultados foram apresentados em um artigo científico aprovado na “6th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics (AHFE 2015) ”. O resultado deste estudo preliminar revelou a necessidade da inserção de alguns elementos que tornem a simulação uma experiência real. Os principais elementos destacados foram: construção de uma narrativa para aumentar o nível de presença; desenvolvimento de um cenário de treino antes da experiência para haver habituação com os dispositivos de interação..

 

 

atualizado a 7 de Setembro 2016