cabeçaho-site-ciaud.png

 Arménio da Conceição Lopes

Arménio

Licenciatura em Arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, concluída a 15 de Dezembro de 1997.

Mestrado em Arquitectura, na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, na vertente de Cultura Arquitectónica Moderna
e Contemporânea, tendo prestado provas de mestrado com a defesa da dissertação intitulada “Arquitectura no Domínio Publico Marítimo da
costa do Algarve – Arte e Técnica no encontro entre o mar e a terra (1930 / 1970)”, Aprovado por unanimidade a 23 de Julho de 2009.

Assistente do Curso de Engenharia Civil do Instituto Superior de Engenharia da Universidade do Algarve – (leccionando entre 01 de Outubro
de 2003 e 01 de Outubro de 2013).

Arquitecto em regime liberal – desenvolvendo projectos para particulares, entidades públicas e Instituições, acompanhamento de obras,
consultadoria e concursos públicos, desde 1997 até ao presente.
 - Arquitecto contratado pela Câmara Municipal de Vila Real de Stº António entre Janeiro e Agosto de 1998.
 - Arquitecto Contratado pela Câmara Municipal de Olhão entre Setembro de 1998 e Agosto de 2000 – licenciamento, fiscalização, avaliação
patrimonial, recuperação e reabilitação do património construído.
 - Arquitecto contratado em regime de Avença pela Câmara Municipal de Loulé entre 04 de Outubro de 2000 e 05 de Maio de 2003.
 - Formador - Urbanismo Comercial – Escola Superior de Alte – Loulé.
 - Formador – Geometria Descritiva e do Desenho Técnico aplicado à ferramenta Auto CAD.
 - Técnico Superior – Arquitecto, do quadro técnico da Câmara Municipal de Loulé, desde 05 de Maio de 2003 -
o Competências profissionais – tal como definido no Anexo da Lei n.º 35/2014 de 20 de Junho: – “Funções consultivas, de estudo, planeamento, programação, avaliação e aplicação de métodos e processos de natureza técnica e ou cientifica, que fundamentam e preparam a decisão. Elaboração, autonomamente ou em grupo, de pareceres e projectos, com diversos graus de complexidade, e execução de outras actividades de apoio geral ou especializado nas áreas de actuação comuns, instrumentais e operativas dos órgãos e serviços. Funções exercidas com responsabilidade e autonomia técnica, ainda que com enquadramento superior qualificado. Representação do órgão ou serviço em assuntos da sua especialidade, tomando opções de índole técnica, enquadradas por directivas ou orientações superiores”.; – Enquanto Técnico Superior de 1ª Classe, desenvolvendo a “Emissão de pareceres sobre todas as pretensões no domínio dos processos de edificação das obras particulares, acompanhando a execução das obras.”

Actualmente:
Investigador CIAUD – Doutorando em Arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, na vertente de “Arquitectura - Teoria e Prática do Projecto”, a desenvolver tese com o título: “Para uma Arquitectura do Mar – A Cidade Portuária: Evolução e Poética.” Colabora também  com os Gabinetes de Investigação da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa: SUSTENTA e GESTU.

 

Publicações

 Lopes, A. (2015). Inclusive city – new challenges of waterfront frontiers.  Comunicação Internacional - SINERGI Project International Scientific Conference – Romania

Lopes, A. (2015). O Abrigo.  FA_ULisboa: Comunicação Internacional na conferência: A Cidade Não Adormece. Lisboa.