cabeçaho-site-ciaud.png

Notícias

Faleceu o Professor Augusto Pereira Brandão

AugustoPereiraBrandao_retrato.jpg

O CIAUD presta homenagem ao arquiteto Augusto Pereira Brandão, Professor Catedrático na FA -ULisboa até à sua aposentação e que faleceu, esta manhã em Lisboa. Prestamos à família, aos amigos, aos colegas e aos antigos alunos as mais sinceras condolências. 

Informamos que o corpo estará hoje em câmara-ardente na Igreja do Santo Condestável.  A missa realizar-se-á  a    11 de abril, no mesmo local, pelas 16h00m seguindo para o Cemitério dos Olivais para cremação.

Informamos que os vereadores da  Câmara Municipal de Lisboa (CML) do PPD/PSD propõem à CML aprovar um Voto de pesar relativo ao falecimento de Augusto Pereira Brandão endereçando aos familiares e à Faculdade de Arquitetura as mais sentidas condolências. [nota de pesar

Atualizado a 12 de Abril de 2018 

Inauguração Exposição - "diferença e repetição" de Ana Leonor Madeira Rodrigues

Será no próximo dia 12 de Abril de 2018 pelas 18h30 que se realiza a inauguração da Exposição "diferença e repetição" da autoria da Professora Ana Leonor Madeira Rodrigues. 

0002.jpg0001.jpg

Atualizado a 6 de Abril de 2018

 

JORNADA DE REFLEXÃO “QUE URBANIDADE? – EM BUSCA DAS FELI-CIDADES”

Cartaz 4.1 outlineInformamos que será ja no próximo dia 13 de Abril pelas 14h00m que se realiza as Jornadas de reflexão "Que urbanidade? - Em busca das Feli-cidades". 

Há uma ideia de cidade que se libertou dos condicionamentos antropológicos do espaço da sobrevivência humana. O poder apropriou-se des

ta ideia como uma vantagem, servindo-se do que vai fundamentá-la para perpetuar as lógicas de uso e apropriação do espaço (sobretudo no sentido da manutenção de uma certa ordem) Trata-se de: controlar, fragmentar, proibir e permitir as acções humanas no espaço do seu quotidiano. Assim, do ponto de vista das instituições, a cidade é um receptáculo de todos os mecanismos através dos quais os conteúdos institucionais condicionam o nosso perfil de “cidadãos”.

Entretanto, nos seus limites, como conceito e em resultado disto, a cidade vai-se reformulando. E, por aqui, levantam-se sempre as questões associadas aos vários tipos de legitimidade e ao processo de evolução da nossa própria identidade. No nosso tempo, o que é legítimo e o que é identitário ficou reduzido a uma negociação entre o usufruto e a privação de coisas e serviços "qualificados". Eis que, finalmente, a significação recobre o proveito. Não haverá, hoje, uma economia do desejo que influencia decisivamente a nossa relação com as cidades? Só por esta razão torna-se urgente repensarmos o sentido daquilo a que temos chamado urbanidade.

Painel:
Adriana Veríssimo Serrão
Carlos Henriques Ferreira
Isabel Raposo
Jorge Malheiros
José Gorjão Jorge
Manuela Mendes

Temáticas:
Arquitecturas da Felicidade
Economias (da Tolerância e do Autoritarismo)
Ambientes (Bons e Maus)
Memórias e Culturas (deluxe)

Mais informações em:  http://sustenta.fa.ulisboa.pt/que-urbanidade 

Workshop – A forma da Cidade e a Identidade de Loulé

A Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, através do GEU - Grupo interdispainelciplinar de Estudos Urbanos, pertencente ao CIAUD - Centro de Investigação em Arquitetura Urbanismo e Design, em parceria com a Câmara Municipal de Loulé, a Escola Secundária de Loulé e as Associações Locais, Casa da Cultura de Loulé e delegação de Loulé da ACRAL, no âmbito da investigação de doutoramento sobre "modelos de gestão participados na regeneração urbana dos municípios algarvios" da investigadora Lucinda Caetano, irão realizar algumas atividades em conjunto, como intuito de contribuir para a promoção da cidadania ativa, através do lançamento de desafios, cujas soluções serão tratadas através de processos em co-criação.

A primeira iniciativa será o Workshop «A forma da Cidade e a Identidade de Loulé» a decorrer no sábado, 21 de abril de 2018, de 10 às 17 horas, no Clube Atlético de Loulé.

Nesse Workshop serão formados nove grupos de trabalho com cinco pessoas cada, com recurso a técnicas de participação de «design-service», objetivando “pensar coletivamente” sobre os elementos da identidade/ memória urbana e debater possíveis ações para reforçar a identificação da comunidade com a centro antigo da cidade de Loulé, sempre na ótica da preservação e revitalização territorial e humana.

Para mais informações: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

No âmbito da investigação vimos solicitar ajuda no preenchimento do questionário. Se você conhece a cidade de Loulé, partilhe a sua opinião.

O preenchimento é anónimo e não demora mais do que 5 minutos da vossa atenção. Poderá encontrar o link aqui

 

Abordagem SCOPUS na temática do autor/investigador

 

Data:                    22 de março, 5.ª feira

Horário:             10h00-12h30

Local:              Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa - Alameda da Universidade, Cidade Universitária, 1649-004 Lisboa

Temática:           abordagem SCOPUS na temática do autor/investigador

Destinatários: Investigadores, com potencial  interesse alargado a profissionais de bibliotecas e de planeamento

 

Programa:

  1. Receção e registo dos participantes (15 minutos);
  1. Analisar tendências de uma área científica, concorrentes/potenciais colaboradores (20 minutos);
  1. Perfis de autores SCOPUS: ajuste manual e ORCID (10 minutos );
  2. O que diz a internet sobre a sua pesquisa? (20 minutos);
  3. Escolher em que jornal publicar: indicadores de qualidade (20 minutos);
  4. Introdução SciVal: criar referências e estratégias para a pesquisa (30 minutos).
  1. Sessão aberta de questões e respostas (30 minutos).

Mais informamos que o Núcleo de Documentação, responsável pela receção das confirmações de presença, garantirá o envio da atualização do programa a todos os participantes já inscritos.